CSA e CRB se unem para incentivar a adoção tardia de crianças e adolescentes

Os times do CSA e CRB firmaram parceria com o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) para incentivar a adoção tardia de crianças e adolescentes que se encontram em unidades de acolhimento. A ideia é que as equipes divulguem a campanha “Adoções Possíveis: promovendo encontros” nas redes sociais e também durante os jogos.

“Esse é um projeto muito importante e nós vamos dar todo o apoio para incentivar a adoção das crianças e adolescentes que estão nos abrigos”, disse o vice-presidente do CRB, Roberto Fernandes.

Para o presidente do CSA, Rafael Tenório, a iniciativa vai sensibilizar os torcedores. “O futebol tem que pensar nas crianças e nos adolescentes para que tenhamos, no futuro, atletas e cidadãos prontos para desenvolver cada vez mais o esporte no Brasil”, destacou.

O presidente do TJAL, desembargador Tutmés Airan, agradeceu o apoio dos dirigentes. “Lançamos uma semente que, com certeza, dará bons frutos. O engajamento dos times vai ajudar nessa política de promover a adoção tardia”.

De acordo com a juíza Fátima Pirauá, que está à frente da Coordenadoria Estadual da Infância e da Juventude de Alagoas (CEIJ), a parceria deve contemplar ainda o ASA de Arapiraca. “Queremos ter o apoio dos times para levar as mensagens das crianças e adolescentes que estão com uma idade superior àquela que os adotantes preferem. A proposta é divulgar os vídeos desses jovens que querem ser adotados, que precisam e têm direito a uma família”.

A campanha

A campanha “Adoções Possíveis: promovendo encontros” consiste na gravação de depoimentos de crianças acima de sete anos e de adolescentes que sonham em ter uma família. Os vídeos, contendo a história de vida e o perfil desses meninos e meninas, estão sendo feitos pela TV Tribunal, da Diretoria de Comunicação do TJAL, para serem exibidos a adotantes e veiculados em meios de comunicação e mídias sociais. O objetivo é dar visibilidade aos que estão acolhidos nos abrigos e que não fazem parte da faixa etária de preferência dos adotantes.

Ascom – 05/02/2019

(Visited 10 times, 1 visits today)