Simone Tebet sobre comportamento de Jair Bolsonaro e efeitos da crise na população

Tempo de leitura: 1 min

Escrito por Marcelo Wagner
em dezembro 24, 2020

Talvez o que ele não esteja percebendo é
que depois de um ano de governo acaba a lua de mel. Então, não dá mais para falar só para
o seu público das redes sociais. Eu, particularmente, tenho pelas redes sociais
uma verdadeira fascinação. Eu acho que é um meio democrático, onde
todo mundo tem o direito de, dentro dos limites constitucionais, dizer o que pensam, um espaço
em que qualquer cidadão é ouvido, isso é muito importante. Mas não é o mundo real. Existe a bolha da rede sociais, que ela precisa
ser respeitada, ela precisa ser ouvida e respondida, e nessa bolha vive o presidente da República
mas, paralelo à isso, existe todo um país real a ser governado e o presidente precisa
ouvir também as ruas e sentir das ruas, que o que as ruas querem neste momento do presidente
da República são saídas saudáveis, inteligentes, possíveis para essa crise econômica que
está batendo na porta de todo mundo. Nós falamos em 12 milhões de desempregados,
mas nós temos 40% da população que vive na informalidade, fora aquelas que vivem de
dádiva ou de bico. Eu, da minha casa para chegar aqui a TV Cultura,
eu vi nos semáforos de São Paulo, aqui da capital, inúmeras pessoas vivendo de bico,
vendendo doce, bala, famílias já sentadas nas avenidas, crianças com mães sentadas. Nós estamos começando a ver o lado cruel
dessa crise econômica e o presidente precisa, primeiro, entender que agora é hora de governar
para todos, que de boa intenção o Brasil já teve muitos e que é importante, através
do diálogo institucional, achar as saídas. Repito: tem uma equipe competente, eu acredito
na boa intenção do presidente da República, mas acho que o presidente peca, a meu ver,
quando coloca uma guerra ideológica, um fundamentalismo ideológico à frente, muitas vezes, do problema
maior do Brasil, que é o econômico.

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui

Outros artigos de interesse

Junte-se à nossa lista de subscritores

Entre para a nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade